português ingles
Dissertação

A contribuição dos grêmios estudantis para o desenvolvimento da liderança no ensino técnico

Curso: Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional

Linha de Pesquisa: Formação do Formador

Autor: Maria de Fátima Morina

Orientador: Prof. Dr. Roberto Kanaane

Data de Apresentação: 26/03/2019

Contato: mestrado@cps.sp.gov.br


BANCA

Prof. Dr. Roberto Kanaane

Profª. Drª. Amália Neide Covic

Profª. Drª. Celi Langhi


RESUMO

MORINA, M. F. A contribuição dos Grêmios Estudantis para o desenvolvimento da Liderança no ensino técnico. 218 f. para Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão eDesenvolvimento da Educação Profissional). Centro Estadual de Educação Tecnológica PaulaSouza, São Paulo, 2019.

 

O presente trabalho teve por objetivos identificar as contribuições do Grêmio Estudantil para o desenvolvimento das competências de liderança pelos alunos eleitos para dirigi-lo; descrever a interface entre os membros integrantes de sua diretoria e as entidades da comunidade escolar, tais como o orientador educacional e o diretor; caracterizar a influência de seus integrantes na gestão escolar. A metodologia qualitativa foi aplicada em sete escolas técnicas públicas da autarquia CEETEPS, por meio de entrevistas estruturadas realizadas presencialmente e análise documental com 75 alunos - 11 como ex-integrantes de Grêmio (2016 e 2017) e 64 como atuais integrantes (2018) -, além de nove egressos (2013 a 2017). Portanto, foram 20 ex-integrantes e 64 que ainda estavam atuando em plena gestão de Grêmio, perfazendo um total de 84 jovens de 14 a 20 anos de idade. Também foram entrevistados seis diretores de escola e sete orientadores educacionais, num total de 13 representantes da gestão escolar, perfazendo um total de 97 pessoas pesquisadas. Entre os muitos resultados obtidos, predomina a percepção de alunos e egressos de que o Grêmio proporciona “muito aprendizado” ou “aprendizado mediano” (91%), evidenciando a eficácia desse processo de educação não formal e as muitas possibilidades para dar efetividade aos Projetos Político-Pedagógicos. Afinal, 90% dos 84 jovens pesquisados afirmaram que algo mudou neles em função disso. Outra conclusão é que se o conceito de democracia explanado em aulas fosse vivenciado pelos jovens na gestão escolar democrática, ter-se-ia no futuro egressos que seriam cidadãos com paradigmas diferentes do senso comum e com vivência suficiente em democracia para contribuir mais efetivamente com a sociedade. Outra conclusão é que o nível de influência dos Grêmios nas decisões do diretor da escola está aquém de suas possibilidades com apenas 48% dos alunos e egressos percebendo os Grêmios como influentes e muito influentes. As pessoas mais influentes no processo de desenvolvimento da Liderança são os pais, os professores do ensino técnico e o orientador educacional. Algumas das competências de Liderança mais desenvolvidas foram o empreendedorismo e a tolerância ao estresse, mas todas foram devidamente mapeadas e ranqueadas, bem como todo o processo de estímulo e crescimento.


PALAVRAS-CHAVE
Educação profissional, Gestão escolar democrática, Grêmio Estudantil, Educação não formal, Competências de Liderança