português ingles
Dissertação

O ensino técnico integrado ao médio (ETIM) e o processo de democratização escolar: uma análise das percepções de alunos a partir da teoria de pierre bourdieu

Curso: Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional

Linha de Pesquisa: Linha de Pesquisa 1: Formação do Formador

Autor: Deise Aparecida Lopes de Lucca

Orientador: Profª. Drª. Ivanete Bellucci Pires de Almeida

Data de Apresentação: 15/04/2019

Contato: mestrado@cps.sp.gov.br


BANCA

Profª. Drª. Ivanete Bellucci Pires de Almeida

Profª. Drª. Suzana Lopes Salgado Ribeiro

Profª. Drª. Sueli Soares dos Santos Batista

Profª. Drª. Marília Macorin de Azevedo


RESUMO

DE LUCCA, D. A. L. O Ensino Técnico Integrado ao Médio (ETIM) e o Processo de Democratização Escolar: uma análise das percepções de alunos a partir da teoria de Pierre Bourdieu. 136 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional). Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, São Paulo, 2019.

 

A pesquisa se insere na importância da modalidade de Ensino Técnico Integrado ao Médio - ETIM, buscando compreender a escolha feita por esse ensino diante de outras opções. Em concordância com a teoria de Pierre Bourdieu, acredita-se que para além das diferenças individuais, a composição dos capitais econômico, cultural e social, modela as estratégias dos agentes dentro do sistema educativo. O objetivo geral da pesquisa é analisar o modo pelo qual o capital cultural e simbólico, proveniente da posição do indivíduo no espaço social, o predispõe à modalidade de ensino ETIM. Como objetivo específico, buscou-se perceber de que forma essa decisão se relaciona com sua visão sobre o trabalho e afeta projetos futuros. A primeira parte da pesquisa consiste na fundamentação teórica a partir de Pierre Bourdieu, da contextualização histórica da educação de nível médio, sua estrutura atual e a relação com a macroestrutura econômica. Na segunda etapa, pretendeu-se dar inteligibilidade à escolha do ETIM, por meio de uma pesquisa empírica realizada em duas etapas com jovens da Escola Técnica Camargo Aranha. Na primeira etapa, aplicou-se um questionário a 29 jovens identificando características gerais do grupo. A segunda, por meio de uma entrevista semiestruturada com 9 jovens pertencentes ao grupo, pretendeu-se analisar como a experiência familiar com a educação e o trabalho compõe um habitus que os predispõe a essa modalidade. Concluiu-se que a experiência dos pais e avós subsidia as escolhas tanto positivamente (na continuidade dessa experiência), como negativamente (na recusa de se reproduzir as mesmas condições vividas por eles). As narrativas sobre qualificação e empregabilidade corroboram para a escolha do ETIM. Como contribuição, a pesquisa destaca a importância de que se almeje ampliar a compreensão do ETIM para além da empregabilidade e fortalecer o conhecimento sobre estratégias escolares e profissionais junto aos jovens e suas famílias. Quanto ao posicionamento do ETIM no processo de democratização escolar, é preciso multiplicar as chances de acesso às profissões desejadas, à longevidade escolar, bem como, ampliar sua própria oferta.


PALAVRAS-CHAVE
Educação Profissional, Ensino Básico, Ensino Técnico Integrado ao Médio, Capital Cultural