Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Dissertação

O inglês como meio de instrução (EMI) na educação profissional: possibilidades e desafios para a formação docente

Curso: Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional

Linha de Pesquisa: Política, Gestão e Avaliação

Autor: Fabiana Ignácio

Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Avella Ramirez

Data de Apresentação: 30/05/2022

Contato: mestrado@cps.sp.gov.br


BANCA

Prof. Dr. Rodrigo Avella Ramirez - CEETEPS

Profa. Dra. Márcia de Oliveira Del Corona – UNISINOS 

Profa. Dra. Rosália Maria Netto Prados - CEETEPS 


RESUMO

IGNÁCIO, F. O inglês como meio de instrução (EMI) na educação profissional: possibilidades e desafios para a formação docente. 130 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional). Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, São Paulo, 2022.

 

A globalização tem marcado intensamente as primeiras décadas do século XXI, e esse processo tem refletido na educação de ensino superior, o que contribui para a internacionalização das instituições de ensino superior (IES), inclusive no Brasil. A ascensão da língua inglesa à condição de língua internacional traz mudanças paradigmáticas para o seu ensino e uso. Consequentemente, haverá fortes implicações no trabalho e na formação do docente (RAMIREZ, 2014), especialmente do professor de conteúdo, objeto deste trabalho. Nesse sentido, considera-se a importância da língua inglesa no mundo acadêmico, o que justifica a expansão do English as a Medium of Instruction (EMI, inglês como meio de instrução em português), nas universidades internacionais e nacionais. O perfil da investigação é derivado de estudos realizados na linha de pesquisa Formação do Formador, alinhado ao projeto Saberes e Trabalho Docente da Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa do CEETEPS, desenvolvido em colaboração no grupo cadastrado no diretório CNPq Saberes e trabalho docente em Educação Profissional. Esta pesquisa se propõe a analisar as possibilidades, os saberes e os desafios para a formação do docente de conteúdo no EMI na educação profissional, com foco na pós-graduação lato sensu de uma instituição pública estadual de São Paulo. Graddol (2006), Dearden (2014 a-b), Baird (2017), Martinez (2016), Gimenez (2018/2019), Jenkins (2011), Seidlhofer (2014), Shulman (1987, 2014), entre outros, fundamentam os eixos norteadores sobre EMI, Formação do Formador e Comunidades de Prática, que compõem o referencial teórico desta pesquisa. A metodologia apoia-se em uma pesquisa exploratória descritiva com abordagem a e qualitativa. Os instrumentos de coleta de dados utilizados são: um questionário aplicado aos docentes e discentes e uma entrevista semiestruturada aplicada aos docentes ambos da pós-graduação lato sensu, bem como a pesquisa bibliográfica e a análise do documento de política linguística da instituição lócus da pesquisa. Conclui-se que após a identificação dos saberes, dos desafios e das possibilidades do EMI no ensino superior, os docentes mostraram-se dispostos e confiantes quanto à implantação do EMI nos cursos de pós-graduação lato sensu. Como produto desta pesquisa, será feita uma proposta de formação do docente de conteúdo para o EMI, que inclua a criação de comunidades de prática como um espaço de desenvolvimento profissional para esses docentes.


PALAVRAS-CHAVE
Comunidades de prática. EMI. Formação docente. Internacionalização. Pós-graduação lato sensu