Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Dissertação

Proposta de um modelo para avaliação da maturidade da melhoria contínua de processos de TI por meio do aprendizado de máquina

Curso: Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos

Linha de Pesquisa: Sistemas de Informação e Tecnologias Digitais

Autor: William Johnny Honorato

Orientador: Prof. Dr. Napoleão Verardi Galegale

Data de Apresentação: 27/06/2022

Contato: mestrado@cps.sp.gov.br


BANCA

Prof. Dr. Napoleão Verardi Galegale - CEETEPS

Prof. Dr. Edson Luiz Ursini - UNICAMP

Prof. Dr. Marcelo Duduchi Feitosa - CEETEPS


RESUMO

HONORATO, W. J. Proposta de um modelo para avaliação da maturidade da melhoria contínua de processos de TI por meio do aprendizado de máquina. 124 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional). Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, São Paulo, 2022.

 

O objetivo do trabalho foi desenvolver um modelo para avaliação da maturidade das práticas de melhoria contínua de processos em TI, baseado no Lean Six Sigma. A metodologia usada foi a análise de conteúdo das entrevistas de gestores de 10 processos, juntamente com o estudo intra e inter casos, resultou no insumo para a criação de 10 indicadores de avaliação da melhoria contínua de processos. O modelo foi aplicado a 60 processos de TI, gerando um conjunto de dados relacionados a realização da melhoria contínua desses processos, o produto gerado foi validado por meio da análise de fatores e análise de confiabilidade interna. A relação entre as variáveis independentes e a variável dependente foi encapsulada em um software por meio do aprendizado de máquina. O algoritmo de classificação Naive Bayes foi selecionado por apresentar as melhores métricas de validação. A utilização do software ocorre com a entrada das respostas para os 10 indicadores construídos, respondidos pelo usuário para um dado processo, é possível prever então três categorias de maturidade, baixa, média e alta. O modelo aplicado a 60 processos de TI, demonstrou que a maturidade da melhoria contínua nos processos foi baixa em 55% das vezes, corroborando com os resultados qualitativos dos 10 casos estudados, onde as práticas identificadas foram: confusão da melhoria contínua com melhoria frequente; falta de controle dos resultados dos processos no tempo; indicadores que medem volumetria e não valor; análise de causa raiz não quantitativa e baixo conhecimento sobre métodos de melhoria de processos. O software foi disponibilizado para aplicação em outros processos de TI, podendo ajudar na avaliação das práticas de melhoria e promovendo a evolução de maneira prática. O trabalho representa uma contribuição original no estudo da melhoria contínua de processos em TI no Brasil, evidenciando comportamentos da gestão de processos de TI além da elaboração de um modelo de maturidade único até o presente momento.


PALAVRAS-CHAVE
Melhoria Contínua. Processos de Tecnologia da Informação. Lean Six Sigma. Modelo de Maturidade. Aprendizado de Máquina