português ingles
Monografia

Gestão de aterro sanitário e usina de incineração para a produção de energia

Curso: MBA em Gestão de Projetos e Processos Organizacionais - EaD

Autor: José Ângelo Ricardo

Data: 24/07/2018

Contato: jose.ricardo@hotmail.com


RESUMO

RICARDO, J. A. Gestão de aterro sanitário e usina de incineração para a produção de energia. Monografia (MBA em Projetos e Processos Organizacionais EaD). Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, São Paulo, 2018.

Este estudo é sobre a definição de resíduos urbanos quando estes são encaminhados a um aterro sanitário ou a uma usina de incineração com o intuito de produção de biogás ou de vapor para a consequente produção final de energia elétrica. O objeto deste estudo é a discussão do tratamento de resíduos sólidos urbanos mais viável, através da análise de duas tecnologias de tratamento, sendo uma o aproveitamento energético do biogás gerado em aterro sanitário e a outra a recuperação de energia através da incineração, apresentando inclusive, uma síntese dos custos socioambientais pertinentes. A metodologia utilizada caracterizou-se pelo levantamento bibliográfico e a análise de duas tecnologias. Os resultados mostram a discussão e proposição da tecnologia que parece ser a mais viável para o tratamento do resíduo sólido urbano, considerando as políticas de gestão de resíduos sólidos e os custos ambientais. O aterro sanitário tem contra seu funcionamento que o lixo plástico não se dissolve e o lixo orgânico e transformado em chorume e metano sendo o chorume, um liquido corrosivo que tem que ser encaminhado a uma estação de tratamento de esgoto e, também foi constatado a fuga de gás metano pela cobertura de argila. Conclui-se que a usina de incineração quando instalada com filtros adequados não polui e produz energia elétrica pela produção de vapor.


PALAVRAS-CHAVE
Aterro sanitário. Usina de incineração. Produção de energia. Resíduos sólidos.