português ingles

Perspectivas da educação profissional e tecnológica em Música

Data Encerramento: 01/12/2021

PROGRAMA DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO: SABERES E PRÁTICAS EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E EM SISTEMAS PRODUTIVOS

No ato da inscrição, além dos dados pessoais, será solicitado uma cópia do RG em formato PDF. Providencie esse arquivo antes de iniciar a inscrição.

 

 Workshop:

Perspectivas da educação profissional e tecnológica em Música

 

 

Professor responsável:

Prof. Dr. Paulo Roberto Prado Constantino[1]

 

Professores convidados:

Profa. Dra. Cristina Rolim Wolffenbüttel[2]

Prof. Me. José Carlos Pires Junior[3]

Prof. Esp. João Lourenço de Paula e Silva[4]

 

Carga horária: 4 horas

Data e horário: 01/12 - 14:00 – 18:00 [BR]

Modalidade: Workshop online, síncrono

Local: Ambiente virtual de aprendizagem da Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa - Centro Paula Souza (baseado no Microsoft Teams).

Tema e Subtema da Atividade de Extensão: Concepções e Políticas da Educação Profissional / Relações entre cultura, ciência, tecnologia, inovação e educação.

 

Recursos Necessários: Computador ou Notebook com conexão de internet, Câmera e Microfone.

 

Público Alvo

Pesquisadores, docentes do ensino superior e das modalidades de educação profissional e tecnológica, discentes de pós-graduação de programas lato ou stricto sensu, analistas, gestores e outros interessados.

 

Descrição do workshop:

A formação em música, especialmente pelo viés da educação profissional e tecnológica [EPT], será o objeto deste workshop.

Pelo exame das propostas e legislação disponíveis, aliado às observações das demandas entre os jovens alunos em formação e a qualificação dos músicos profissionais que estão atuando no mercado de trabalho, ou ainda, para o prosseguimento destes em seus estudos em nível superior, debateremos neste workshop as possibilidades de atendimento à Lei Federal nº 13.278/2016 (BRASIL, 2016a), também consubstanciadas nas Diretrizes Curriculares para a Operacionalização do Ensino de Música na Educação Básica [DCOEMEB] (BRASIL, 2016b), que orientavam, dentre outras modalidades disponíveis, a implementação e oferta de “cursos técnicos de nível médio na área da Música pelos Institutos Federais [...] e demais instituições de EPT” (BRASIL, 2016b, p. 10); e nas recentes “Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a EPT” [DCNEPT] (BRASIL, 2021), cujos apontamentos almejavam o “reconhecimento das diferentes formas de produção, dos processos de trabalho e das culturas a elas subjacentes, requerendo formas de ação diferenciadas” (BRASIL, 2021, p.19).

Na contramão de uma esperada expansão das matrículas em educação profissional em Música, o número foi reduzido nos últimos anos de 2020 e 2021 (CETEC, 2021; SETEC, 2021). Por região do país, os dados dos variados cursos ainda precisam ser compilados e analisados em sua totalidade. Existe uma necessidade da permanente discussão da modalidade, pois em pleno século XXI ainda temos no Brasil um contexto instável, como reconheciam Lima (2000) e Costa (2012), caracterizado pela conjunção de um antigo modelo conservatorial aos problemas com o acesso e permanência discente, reforçado pela desconexão dos alunos e, por vezes, também dos profissionais da educação, “frente às possibilidades de inserção laboral, crivada por forte reestruturação produtiva no trabalho formal em música” (COSTA, 2012, p. 104). Para fomentar o debate, apresentamos este workshop como um espaço qualificado para a discussão de um cenário fortemente impactado pelo ensino remoto e as atividades mediadas pelas tecnologias, em razão do contexto de pandemia experimentado desde 2020.

 

Objetivos:

  • Manter um espaço permanente para o debate e circulação de conhecimentos acerca da formação profissional em Música;
  • Apresentar e debater o cenário da educação profissional e tecnológica em Música no país;
  • Colaborar na formação de redes de contatos e pesquisas em EPT, compostas por pesquisadores, docentes do ensino superior e das modalidades de educação profissional e tecnológica, discentes de pós-graduação de programas lato ou stricto sensu, analistas, gestores e outros interessados.

 

Número de vagas: Até 30 participantes.

 

Referências citadas na proposta:

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Brasília, 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 20 set. 2020.

______. Lei nº 13.278, de 02 de maio de 2016. Altera o § 6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 2016a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Lei/L13278.htm. Acesso em: 02 jun. 2021.

_____. Resolução CNE/CEB nº2/2016. Diário Oficial da União, Brasília, 11de maio de 2016, Seção 1, p. 42. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=40721-rceb002-16-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 02 jun. 2021.

CETEC. Banco de dados do ensino médio e técnico do Centro Paula Souza. Disponível em: http://www.cpscetec.com.br/bdcetec/index.php. Acesso em: 18 mar. 2021.

COSTA, C. P. A formação do técnico em música em nível médio na visão de professores de instrumento musical. Revista da ABEM, v. 20, n. 29, p. 103-115, jul./dez. 2012.

LIMA, S. A. A educação profissional de música frente à LDB nº 9394/96. Revista da ABEM, Porto Alegre, v.5, p. 39-44, 2000.

SETEC. [MEC]. Plataforma Nilo Peçanha. Disponível em: http://plataformanilopecanha.mec.gov.br/. Acesso em: 06 mai. 2021.

 

[1] Pós-Doutor em Educação pela Universidade Aberta de Portugal. Doutor e Mestre em Educação pela UNESP Marília. Licenciado em Música pela Universidade Estadual de Londrina. Atua como professor e pesquisador na Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Atuou na supervisão educacional das escolas técnicas estaduais de São Paulo e como professor nos cursos de graduação da UNESP Marília. Desenvolve trabalhos como músico e como docente em diferentes programas de formação, cursos de extensão e livres. Possui artigos e trabalhos publicados, além palestras e minicursos ministrados nas áreas de Música, Artes e Educação.

[2] Pós-Doutora, Doutora e Mestre em Educação Musical pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Especialista em Informática na Educação - Ênfase em Instrumentação, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Licenciada em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Coordenadora do Curso de Especialização em Educação Musical na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, Unidade em Montenegro. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado Profissional, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Coordenadora da Linha 2: Artes em Contextos Educacionais do PPGED-MP.

[3] Mestre em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Possui graduação em Licenciatura em Música pela Universidade Estadual de Londrina (1999). Atualmente é professor das disciplinas de Técnicas de Gravação, Acústica aplicada ao Instrumento e Mixagem da FATEC-Tatuí e idealizador da Gravadora Experimental do Curso de Produção Fonográfica.

[4] Especialista em Docência Superior em Música - Uni FMU (2009) e Graduado em Licenciatura Plena em Música - Uni FIAM-FAAM (2007). Discente no Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Coordenador Pedagógico da Escola Técnica de Artes, desde 2016, à frente da equipe de Coordenadores de Curso da unidade escolar, ministrando capacitações aos docentes e gerenciando as práticas pedagógicas e a rotina escolar. Professor dos cursos de Canto, Regência e Composição e Arranjo, na mesma instituição.

 

Investimento: Gratuito

A relação dos candidatos convocados estará disponível, em até 2 dias, antes do início da atividade. Para consultar, utilize o menu:

PROGRAMA DE EXTENSÃO > LISTA DE CONVOCADOS


InscriçõesPara fazer a inscrição na atividade, clique aqui!