português ingles
Dissertação

O Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional do Centro Paula Souza: percepção do aluno participante.

Curso: Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional

Linha de Pesquisa: Formação do Formador

Autor: Ana Paula Ferreira Vicari

Orientador: Profª. Drª. Marília Macorin de Azevedo

Data de Apresentação: 04/04/2019

Contato: mestrado@cps.sp.gov.br


BANCA

Profª. Drª. Marília Macorin de Azevedo

Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira

Profª. Drª. Sueli Soares dos Santos Batista


RESUMO

VICARI, A. P. F. O Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional do Centro Paula Souza: percepção do aluno participante. 107 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional). Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, São Paulo, 2019.

A Educação Profissional e Tecnológica (EPT) desempenha um papel importante na formação e desenvolvimento de pessoas no Brasil, principalmente por visar a inserção de parte significativa da população no mundo do trabalho. Essa é uma das estratégias que norteiam as diretrizes de internacionalização da educação. A interação com outros países, idiomas e outras culturas possibilitam ao indivíduo um complemento importante em sua vida profissional. Para tanto, este estudo acerca da internacionalização da EPT aborda o Programa de Mobilidade Internacional do Centro Paula Souza, implantado em 2017 pela Assessoria de Relações Internacionais - ARInter. Se caracteriza como uma pesquisa qualitativa exploratória a partir de pesquisa bibliográfica, documental e de pesquisa de campo. Utilizou-se do modelo SERVQUAL para compreender as percepções dos alunos participantes do programa de mobilidade em relação à equipe da referida assessoria, professores e funcionários das Faculdades de Tecnologia - Fatecs, e das instituições de destino inseridas no processo de intercâmbio; e sobre os desafios e contribuições do programa para a vida profissional do estudante. Com a pesquisa, foi possível verificar as implementações institucionais instituídas com a implantação da ARInter, em agosto de 2016 e, analisar como o Programa de Mobilidade é avaliado, pela perspectiva do aluno participante. O resultado da pesquisa SERVQUAL identificou que os estudantes participantes do programa estão satisfeitos com as instituições de destino, porém, os serviços prestados pelo CEETEPS através da ARInter e por professores e funcionários das Fatecs de origem desses alunos, precisa ser aprimorado para atender as expectativas. Tais conclusões permitiram propor ações concretas relativas à gestão do Programa, como forma de aperfeiçoar esse processo.


PALAVRAS-CHAVE
Educação Profissional, Internacionalização da Educação, Programa de Mobilidade, SEVQUAL